CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

FAP lança livro com trajetória de vida e política de Myrtes Bevilacqua

Robson Gonçalves

O livro aborda, em forma de entrevista, o incessante esforço de Myrtes por seus ideais

A FAP (Fundação Astrojildo Pereira) lançou, nesta sexta-feira (22),  em Brasília, o livro sobre a vida militante do PPS e a primeira mulher a se candidatar e se eleger deputada federal pelo estado do Espírito Santo na década de 1970, Myrtes Bevilacqua. No lançamento, ela afirmou que a obra traz a história de uma pessoa que “viveu vários períodos políticos do País.

“O livro traz parte da minha vida e dos momentos que eu vivi. Traz a história de uma mulher de 80 anos que viveu vários períodos políticos desse País. Me lembro que desde pequena já fazia parte do movimento estudantil na escola. Depois passei pela UNE e UEE. Participei de tudo até virar deputada federal e secretária de estado. Fiz tudo que pude para ajudar na construção desse País”, disse.

Homenagem

O presidente do PPS, Roberto Freire, destacou, no lançamento do livro, que Myrtes merece toda homenagem e admiração do partido.

“Merece nossa homenagem”

“Myrtes merece toda nossa homenagem. Não apenas por ter sido a primeira deputada federal mulher do PCB (Partido Comunista Brasileiro). Eu encontrei ela na militância ainda no período da ditadura. Uma luta que evidentemente vem antes de seu mandato e que continuou. Esta aí firme e merece toda nossa homenagem e admiração”, elogiou.

Momento de alegria

A coordenadora de Mulheres do PPS Tereza Vitalle e uma das autoras da obra ao lado de Elissa Felipe, destacou que o lançamento do livro é uma homenagem a primeira deputada federal do partido. Para ela, a solenidade é um momento de alegria.

“É uma alegria”

“Estamos homenageando a primeira deputada federal desde o Partidão e o PPS. A primeira [deputada] federal do nosso partido que está fazendo 80 anos. É uma alegria. É mais alegre ainda nessa virada porque estamos indo com toda confiança e fechando com chave de ouro a Coordenação das Mulheres do PPS e abrindo, também com chave de ouro, a coordenação do novo partido que virá”, afirmou.

História de vida

Myrtes Bevilacqua sempre esteve na vanguarda dos acontecimentos e na linha de frente da luta pelos desfavorecidos, pelas mulheres e pelos trabalhadores brasileiros, dedicando-se incansavelmente pela democracia, em sua passagem pelo sindicatos dos professores, em pleno regime militar.

O livro aborda, em forma de entrevista, o incessante esforço de Myrtes por seus ideais, perseguindo uma interação real e ampla com a população capixaba, mesmo diante de tantos percalços, sobretudo os pessoais. A história da militante se confunde coma história do Espírito Santo.

Deixe uma resposta