CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Marcelo Calero relembra caso La Vue após prisão e Temer

Robson Gonçalves

Deputado lembrou do episódio que culminou na sua saída do Ministério da Cultura

Logo após a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB), nesta quinta-feira (21), o deputado federal Marcelo Calero (PPS-RJ) lembrou o episódio que culminou na sua saída do Ministério da Cultura, em novembro de 2016. Na ocasião, o parlamentar acusou o então ministro do governo Temer, Geddel Vieira Lima, de tê-lo pressionado a produzir um parecer técnico para favorecer seus interesses pessoais.

“‘A política tem dessas coisas’ foi a frase que Temer usou para tentar me convencer a favorecer Geddel no caso La Vue. Os brasileiros deram a resposta a ele nas urnas. E, hoje, a justiça faz o mesmo: não, Temer. A política não tem dessas coisas. Política tem que ser em nome do Brasil!”, disse Calero, nas redes sociais.

La Vue

Geddel havia comprado um apartamento no prédio La Vue, localizado em uma área tombada no município de Salvador (BA). O Iphan, por sua vez, barrou o projeto do imóvel por entender que os prédios só poderiam ter no máximo 13 andares.

Para contornar o impasse, o ex-ministro pressionou Calero, então ministro da Cultura, a produzir um parecer favorável à continuidade da obra. Inconformado com o pedido, Calero chegou a recorrer ao presidente Temer. Mas, sem o devido suporte, terminou por deixar o ministério.

Deixe uma resposta