CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Paula Belmonte defende que bancada feminina dê voz à mulher comum

Robson Gonçalves

Deputada do PPS do Distrito Federal lamentou o alto número de feminicídios em Brasília

A deputada federal Paula Belmonte (PPS-DF) participou da primeira reunião do ano da bancada feminina da Câmara dos Deputados, na qual as parlamentares se apresentaram e falaram de suas preocupações e propostas.

A parlamentar lamentou o alto número de feminicídios e defendeu que o grupo se preocupe também com a mulher invisibilizada, como a dona de casa que enfrenta diariamente problemas gerados pela falta de estrutura do Estado.

“O que eu vejo é que precisamos dar voz àquela mulher que não aparece, a dona de casa com autoestima baixa, aquela que é abandonada por seu companheiro, aquela mulher que é mãe de crianças portadoras de necessidades especiais e também de outras crianças, que estão desamparadas, sem creche nem escola de qualidade”, detalhou Paula Belmonte.

Segundo a deputada, é preciso dar voz a essas mulheres, “que também têm sonhos e realizações”.

“O que eu achei importante na reunião é que nós estamos unidas para defender a mulher. Não é uma pauta feminista, nem machista, é uma questão de sororidade”, disse a parlamentar.

Ela defendeu, ainda, que as mulheres ocupem espaços de comando e de poder.

“O que nós queremos é uma sociedade mais justa e igualitária”, afirmou.

A parlamentar lamentou que quatro mulheres tenham sido assassinadas em janeiro em crimes de feminicídio só em Brasília.

Deixe uma resposta