CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Ivan Alves Filho lança ‘O Caminho do alferes Tiradentes” em três cidades de MG

Obra do historiador tem lançamento previsto em Tiradentes, dia 19 de janeiro;  em São João Del-Rei, dia 8 de fevereiro; e em Entre Rios de Minas, dia 15 de fevereiro

Entre 2003 e 2018, o historiador Ivan Alves Filho percorreu o caminho do alferes Tiradentes, estabelecendo um roteiro de viagem que resultou na construção de uma verdadeira geografia sensitiva da Conjuração Mineira de 1789. Com esta ótica, o livro “O caminho do alferes Tiradentes – Uma viagem pela Trilha dos Inconfidentes” registra alguns dos momentos mais estruturantes da vida brasileira – e isso desde o século XVIII, aquele de Tiradentes, Gonzaga, Maria Doroteia, Cláudio Manoel, Aleijadinho e Ataíde.

Nada parece ter escapado ao olhar atento do viajante de hoje. Da epopeia da formação da nacionalidade à presença marcante do barroco, da corrida desenfreada ao ouro à aventura da elaboração de uma cultura mestiça nos trópicos. Música, literatura, arquitetura, escultura, culinária, folclore, saberes e ofícios populares: está tudo lá.

Paisagens de rara beleza, tipos humanos de profunda singularidade e o encantamento diante de um dos patrimônios históricos mais ricos do Brasil dão a marca definitiva a uma obra tão densa quanto original. Devidamente contextualizada, a figura de Tiradentes sai da História para entrar de uma vez por todas na vida da Nação brasileira. Já não era sem tempo.

Com o apoio do governo de Minas Gerais e do Instituto Cultural Biblioteca do Ó, o livro será lançado em Tiradentes, dia 19 de janeiro de 2019, às 17h, na Câmara Municipal; em São João del-Rei, dia 8 de fevereiro de 2019, às 19h, na Academia de Letras; e em Entre Rios de Minas, dia 15 de fevereiro de 2019, às 20h, no Villa Lobo Art Bar

Ivan Alves Filho é historiador, diplomado pela Universidade de Paris-VIII e pós graduado pela Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais de Paris. É autor de 16 livros, entre os quais Memorial dos Palmares; Brasil, 500 anos em documentos; Velho Chico mineiro e O historiador e o tapeceiro. (Com informações do Instituto Cultural Biblioteca do Ó)

Deixe uma resposta