PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Blog do PPS-SP: Última homenagem ao amigo Nelson Suguieda

Reprodução

Nelson Suguieda era servidor público e diirgente do PPS paulistano

Morreu nesta sexta-feira, 11 de janeiro, Nelson Suguieda, nosso amigo, trabalhador dedicado e dirigente do PPS paulistano.

De forma inesperada, aos 52 anos, um infarto tirou a vida deste grande cara, exemplo de servidor público.

O sepultamento será neste sábado, dia 12, às 10h da manhã, no Cemitério do Morumbi (Rua Dep. Laércio Corte, 468), onde o corpo também está sendo velado.

Entre as várias homenagens e depoimentos dos amigos e companheiros de partido, unânimes em apontar as suas grandes qualidades, vale reproduzir o texto do jornalista César Hernandes postado nas redes sociais na tarde desta sexta-feira:

Nelsão era um companheiro para todas as horas. Conheci-o no PPS, partido do qual faço parte, mas foi trabalhando ao seu lado que descobri um grande e incansável trabalhador. Dividiu comigo madrugadas adentro auxiliando as vítimas das chuvas e dos incêndios (como na queda do prédio do Largo do Paysandu).

Servidor público pra lá de dedicado, estava pronto para qualquer situação adversa. Ano passado, na Comunidade do Sapo, região da Água Branca, ficou comigo até as 5 da matina ajudando na distribuição de materiais e no cadastramento das famílias. Não esmorecia jamais, apesar de uma saúde frágil e que merecia mais atenção.

Lutou como poucos na Defesa Civil de São Paulo, mas infelizmente, nos últimos meses, estava triste com a sua situação profissional – apesar de ser um “pé de boi” no dia a dia da Lapa. Mas o que o Nelsão gostava mesmo era de atender a população nas situações de calamidade pública, como no acidente com o avião da TAM, em 2007. Isso o tornava maior do que ele foi aqui nesse plano. Seu coração, grande também, não resistiu mais. Parou de bater na última madrugada. Descanse em paz, Nelsão Hiro Suguieda.

O presidente do PPS paulistano e subprefeito da Lapa, Carlos Fernandes, também lembrou de um momento típico de Suguieda (veja a foto abaixo): ele aproveitava um dia de folga para fazer a manutenção do equipamento de trabalho da Defesa Civil.

“Esse é o cara! Para onde ele for, vai fazer a diferença. Por aqui vai fazer uma falta danada…”, resumiu Carlos Fernandes.

Deixe uma resposta