CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Cineclube Vladimir Carvalho exibe quatro filmes brasileiros a partir desta sexta-feira

Reprodução

Cineclube, em Brasília, é mantido pela FAP, fundação vinculada ao PPS

O documentário Rock Brasília, Era de Ouro será exibido, a partir das 16 horas desta sexta-feira (11), no Cineclube Vladimir Carvalho, localizado no Espaço Arildo Dória, no Conic, em Brasília. A obra cinematográfica é uma das quatro incluídas na programação de janeiro do cineclube, que tem entrada gratuita e é mantido pela FAP (Fundação Astrojildo Pereira), vinculada ao PPS (Partido Popular Socialista). As exibições passaram a ser às sextas-feiras, ainda em 2018, e não mais às terças.

Depois de passar por uma reforma e ser reinaugurado em dezembro de 2017, o cineclube iniciou um processo de redefinição de suas atividades e foi reaberto ao público com cadeiras almofadadas e removíveis. No dia de 4 setembro de 2018, o local passou a oferecer ao público uma programação semanal de filmes e documentários diversificados que, de acordo com a diretoria da FAP, tem como objetivo promover e ampliar as discussões de assuntos relevantes para a sociedade.

Rock Brasília

Dirigido por Vladimir Carvalho, o documentário Rock Brasília, Era de Ouro foi produzido, no Brasil, em 2011, e conta a trajetória do cenário musical da capital do país nos anos 1980, desde os primórdios das bandas embrionárias até a explosão nacional de grupos como Legião Urbana, Capital Inicial e Plebe Rude. Com duração de 1h20 e classificação indicativa de 14 anos, o documentário apresenta depoimentos de diversos músicos, familiares e personalidades importantes da época.

Noite de Reis

No dia 18 de janeiro, a partir das 16 horas, o Cineclube Vladimir Carvalho vai exibir o filme Noite de Reis, dirigido por Vinícius Reis, no Brasil, em 2013. O drama conta como, após uma tragédia familiar, mãe e filha começam a viver outra vez, aprendendo a lidar com a dor. A história é contada no litoral do Rio de Janeiro, onde a rotina da família é abalada com o inesperado retorno que deixou a mulher após a morte do filho. O encontro abre a dor da perda, mas retoma os caminhos da superação. O filme tem 1h33 de duração e é indicado para pessoas a partir de 12 anos de idade.

Olga

Já o romance Olga, dirigido por Jayme Monjardim, no Brasil, em 2011, será exibido no Cineclube Vladimir Carvalho no dia 25 de janeiro, a última sexta-feira do mês, a partir das 16 horas. Com classificação indicativa de 14 anos e 1h39 de duração, o filme conta a história de uma jovem judia alemã, que foi perseguida pela polícia e fugiu de Berlim para Moscou, no início do século 20. Em Moscou, ela recebeu treinamento militar e foi encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes de volta ao Brasil. Os dois terão de lutar pelo amor, pelo comunismo e pela sobrevivência.

Rasga Coração

Na primeira sexta-feira de janeiro de 2019, o público assistiu ao filme Rasga Coração, dirigido por Jorge Furtado, no Brasil, em 2013. Com classificação indicativa para pessoas a partir de 16 anos de idade e com 1h53 de duração, o drama conta a história de um homem que, ao mesmo tempo, é herói. Ele tem de enfrentar o caso de seu filho que pretende deixar a faculdade de Medicina e ingressar de vez no movimento hippie. (Assessoria FAP/Cleomar Almeida)

Deixe uma resposta