PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Ministério da Fazenda revela que apenas 1% dos municípios brasileiros realizaram a reforma da Previdência

Reprodução

Analistas reafirmaram importância da reforma pelo próximo presidente da República

A Secretaria da Previdência Social do Ministério da Fazenda apresentou dados nesta última semana que revelam que apenas 1% dos municípios brasileiros, de um total de 5.570, realizaram a reforma da Previdência. De acordo com o órgão federal, até o momento apenas 57 cidades adotaram índices acima dos 11%. O percentual representa o maior índice a cobrado dos trabalhadores da iniciativa privada que recebem até o teto do INSS que é de R$ 5.645,80.

As mudanças nas regras previdenciárias ganharam força nos estados entre 2015 e 2016 como resultado da crise fiscal que tomou conta do País. De acordo com o governo federal, atualmente dez governos estaduais contam com taxas que variam de 12,5% a 14,25%.

Segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social, o Rio Grande do Sul, onde a alíquota previdenciária é de 14%, conta com 24 cidades com percentuais de 11,39% a 14%. São Paulo tem onze municípios com percentuais acima de 11%, assim como Pernambuco, com nova cidades, cujo índice chega a 14,5%. No estado do Rio apenas duas cidades como Duque de Caxias, com 14% e Niterói com 12,5%

Ao analisarem a situação os especialistas são unanime ao afirmarem que mais cidades precisarão aprovar reformas de seus regimes de Previdência para equacionar as contas diante do envelhecimento da população e da crise fiscal que ainda atinge todo o País. Contudo, asseguram que as mudanças por si só não serão capazes de resolver o deficit no longo prazo e que isso dependeria da aprovação da reforma da Previdência pelo próximo presidente da República. (Com informações de O Globo)

Deixe uma resposta