PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Carmen Zanotto pede políticas públicas para as pessoas com deficiência

Robson Gonçalves

As pessoas com deficiência não querem ser "invisíveis" na sociedade, diz deputada

As pessoas com deficiência não querem continuar  “invisíveis” na sociedade. A declaração é da deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC), em discurso na sessão solene, realizada nesta terça-feira (04), para comemorar os dez anos de parceria da Apae do Distrito Federal com a Câmara dos Deputados.

A parlamentar disse que é preciso fazer avançar as políticas públicas para dar qualidade de vida e cidadania para as pessoas com deficiência. “Elas querem participar, mas para isso  precisam estar inseridas na sociedade. São capazes e têm anseios, como qualquer um de nós”, afirmou a parlamentar do PPS de Santa Catarina, que declarou, durante a sessão solene, ter um irmão especial.

Carmen é autora de emendas que destinam recursos para Apae em Santa Catarina e de vários projetos que beneficiam este segmento da população, inclusive da iniciativa que insere as pessoas com transtorno de espectro autista nos censos demográficos que são realizados pelo IBGE.

Ela também é relatora de projetos que aumento o valor do BPC (Benefício de Prestação Continuada ) que é pago às pessoas com deficiência.

Durante o discurso, Carmen Zanotto, que é vice-líder do PPS na Câmara, destacou a atuação de um grupo parlamentares comprometidos com a causa e citou os nomes de vários deputados, inclusive o de Eduardo Barbosa (PSDB-MG), autor do pedido da sessão solene, como exemplos a serem seguidos.

Deixe uma resposta