PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Eliziane Gama adverte para crimes contra mulheres

Robson Gonçalves

Deputada saúda bancada feminina por emplacar pauta importante para as mulheres

A deputada federal Eliziane Gama (PPS-MA) exaltou a bancada feminina na Câmara dos Deputados por ter conseguido unidade de forças para colocar matérias importantes para as mulheres em votação no plenário. As deliberações, lembrou a parlamentar, ocorrem no mês de novembro, que é quando se realiza a campanha “Dezesseis dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”.

Na tarde desta quarta-feira (28), a Casa reafirmou o aumento de pena para o feminicídio, nos casos em que o crime for cometido se desrespeitadas as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha. Para isso, os deputados rejeitaram uma emenda do Senado que na prática revogava o agravante que eleva a pena.

Eliziane ressaltou que o Brasil tem números muito preocupantes quando se trata de ataques e mortes de mulheres.

“É um país onde mais de 4000 mulheres são assassinadas todos os anos, onde 135 mulheres são estupradas todos os dias”, advertiu.

Segundo a deputada, entre as 4000 mulheres assassinadas ao ano, apenas pouco mais de mil foram enquadradas como vítimas do crime de feminicídio, que ocorre quando a mulher é morta simplesmente pelo fato de ser mulher.

“Mas quando se faz uma avaliação mais precisa dos assassinatos, é possível descobrir que elas morreram depois que os maridos, ex-maridos, namorados e ex-namorados deixaram de cumprir alguma medida protetiva. Então, não são apenas mil morreram, são muito mais”, denunciou.

No entender da parlamentar do PPS-MA, uma solução eficaz será encontrada quando os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário se unirem com esse objetivo.

“As estatísticas de assassinatos e estupros tendem a piorar. Esse é um problema urgente, que precisa ser enfrentado pelas autoridades”, afirmou Eliziane.

Deixe uma resposta