PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Eliziane Gama rechaça projeto de regulamentação dos agrotóxicos

Robson Gonçalves

Mudança vai deixar perspectiva humana para se concentrar na econômica, diz Eliziane

A deputada federal Eliziane Gama (PPS-MA) ocupou a tribuna, na tarde desta quarta-feira (20), para repudiar o projeto de lei que tramita nas comissões da Câmara e que trata da mudança de regulamentação para agrotóxicos. Segundo a deputada, com as alterações propostas, “sai a perspectiva da saúde humana e entra a perspectiva meramente econômica, indo de encontro à política adotada por vários países”.

A deputada se referia ao fato de esses países proibirem essas substâncias, muitas vezes cancerígenas. Segundo Eliziane, os dados de instituições respeitadas sobre os agrotóxicos são alarmantes. A deputada citou a nota técnica da Fiocruz, que apontou inúmeras doenças causadas por esses venenos. “Só no Brasil, os dados mostram 535 mil intoxicações”, advertiu. A OMS (Organização Mundial de Saúde) detectou 25 milhões de envenenamentos em todo o mundo.

“Quando se deixa de trabalhar com a perspectiva da saúde humana, se passa a trabalhar de uma forma criminosa, matando o cidadão de bem, que degusta o alimento de uma forma inocente”, disse Eliziane. De acordo com a deputada, é preocupante a mudança de nome – de agrotóxico para defensivo fitossanitário -, que ela entende que tem o intuito de mascarar , camuflar o real efeito da substância.

A legislação que está na Câmara também impede que órgãos como o Ibama e a Anvisa, que hoje têm um papel muito importante no controle dessas substâncias, acabem perdendo suas prerrogativas, passando a responsabilidade por essa tarefa para o Ministério da Agricultura, que trabalha sobretudo com a perspectiva econômica. A deputada espera que o projeto nem chegue ao plenário da Casa, que seja derrotado nas comissões.

Deixe uma resposta