PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Deputados do PPS divulgam nota pública reforçando apoio à Operação Lava Jato

Os deputados federais do PPS Rubens Bueno (PR) e Arnaldo Jardim (SP) divulgaram, nesta segunda-feira (18), nota pública (veja abaixo) reforçando a posição firme de apoio às investigações da Operação Lava Jato.

Os parlamentares explicam que só assinaram o documento de instalação de comissão parlamentar de inquérito porque entenderam que o requerimento se restringia apenas a investigar advogados que “recebiam taxas de proteção de delatores”.

Como não há mais prazo regimental para retirar as assinaturas, Bueno e Jardim informam que, caso a CPI seja instalada pela Câmara, participarão ativamente dos trabalhos para defender a continuidade das investigações que vêm passando o Brasil a limpo.

Bueno e Jardim lembram que desde o início da Operação Lava Jato atuaram firmemente no Parlamento em favor das apurações levadas em curso pelo Ministério Público, Justiça Federal e o Supremo Tribunal Federal.

“Somos apoiadores e nada faríamos ou faremos para desestabilizar a Lava Jato”, dizem na nota os parlamentares do PPS.

NOTA PÚBLICA

Nós, deputados do PPS Rubens Bueno (PR) e Arnaldo Jardim (SP), viemos a público para reforçar nosso apoio incondicional à Operação Lava Jato.

Esclarecemos que nossas assinaturas no requerimento de CPI, de autoria do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), se devem em função de acreditarmos que o intuito da comissão seria investigar apenas Antonio Figueiredo Basto, como informa o pedido de instalação da comissão.

Como não há mais prazo regimental para retirarmos nosso apoio, informamos que tudo faremos para participar dos trabalhos da CPI para defender a continuidade das investigações no âmbito da Operação Lava Jato, caso a comissão parlamentar de inquérito seja instalada.

Por último, relembramos que nossa postura sempre foi firme de defesa intransigente das apurações em curso no Ministério Público, na Justiça Federal e no Supremo Tribunal Federal.

Somos apoiadores de primeira hora e nada faríamos ou faremos para desestabilizar a Lava Jato.

Brasília, 18 de junho de 2018.

Arnaldo Jardim (PPS-SP)

Rubens Bueno (PPS-PR)

Deixe uma resposta