PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Congresso do PPS-SC decide fortalecer articulação com as forças democráticas da sociedade

Assessoria da Parlamentar

Delegados aprovaram o documento que norteará as ações do partido para próxima gestão

Em clima de festa e de confraternização, o PPS de Santa Catarina realizou, no último sábado (10), em Balneário Camboriú, seu congresso estadual, com a presença de várias lideranças do partido, além de movimentos representativos da sociedade catarinense.

Na abertura do evento, a deputada federal Carmen Zanotto, que foi eleita por unanimidade presidente do diretório estadual, prestou homenagem ao ex-prefeito de Florianópolis, Sérgio Grando, falecido 2016, dando o nome do político que foi do PCB (Partido Comunista Brasileiro) ao Congresso Estadual do PPS no estado.

congresso ppsscOs delegados com direito a voto no congresso aprovaram o documento que norteará as ações do partido para a próxima gestão. O objetivo é fortalecer, com o apoio das forças do centro democrático, a articulação com a sociedade.

Ficou decidido que a legenda ficará aberta, cada vez mais, aos movimentos que se articulam no seio da sociedade, transformando-se em um “partido-movimento”, aberto às lutas pela ampliação das liberdades democráticas e de igualdade social.

O diretório elegeu como presidente de honra da legenda o militante histórico Júlio Adelaido Serpa.

JPS

Na parte da tarde, as lideranças participaram de diversas atividades, destacando-se o encontro de vereadores do partido, o VII Congresso da JPS (Juventude Popular Socialista) de Santa Catarina, com a eleição da vereadora Indaiá Griebeler Pacheco, como dirigente estadual.

Indaiá, que é advogada,  milita na área voltada aos direitos dos deficientes físicos e à saúde. Fazem parte também da nova Coordenação da JPS-SC o engenheiro civil Renan Spernau; o advogado Ricardo Wippel; o acadêmico de produção audiovisual Pedro Ernesto Alves dos Passos e o jornalista Paulo Alves, dentre outras lideranças da juventude catarinense.

Mulheres

pps scForam eleitas como coordenadoras estaduais a ex-vereadora Tati Teixeira, presidente do Instituto Florir Brasil, entidade voltada a ações sociais no município de Criciúma e que também pré-candidata a deputada estadual pelo PPS; também foi escolhida a jornalista Karina Gonçalves dos Passos.

Diversidade

Militantes e filiados à legenda se reuniram para criar o Núcleo Provisório de Diversidade do PPS-SC, tendo como coordenador e adjunto, respectivamente, Fernando Lisboa e Andrew Leal. (Com informações da Assessoria PPS-SC)

Deixe uma resposta