CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Para Eliseu Neto, nome social de LGBTs em registro escolar é “avanço histórico”

Divulgação

Resolução que garante nome social foi assinada hoje pelo ministro da Educação

nome social resolução 1O coordenador nacional do PPS Diversidade, Eliseu Neto, considerou um “avanço histórico” a aceitação do uso do nome social de LGBTs em registros escolares da educação básica brasileira. Ele participou nesta quarta-feira (17), em Brasília, da cerimônia de homologação de resolução do CNE (Conselho Nacional de Educação) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, que autoriza no País as pessoas transexuais e transgêneras usarem outro nome que não o de registro de nascimento.

O nome social é aquele escolhido por travestis e transexuais de acordo com o gênero que se identificam, independentemente do nome que consta no registro.

“Para a comunidade LGBT, a utilização do nome social é um avanço histórico. É o MEC [Ministério da Educação] reconhecendo o papel que a educação tem no combate à transfobia e contra todo tipo de preconceito. A escola não serve somente para o ensino de português e matemática”, disse o ativista, que lutou para que alunas e alunos transexuais tivessem o nome respeitado na escola.

“Isso significa dignidade, respeito, combate à evasão escolar. Veremos esses jovens com mais chance de seguirem na escola, no mercado de trabalho, na vida acadêmica”, completou.

eliseu nome social 1Eliseu lembra que artigo 2º da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional garante a “educação inspirada nos princípios de  liberdade e nos ideais de solidariedade humana”. Segundo ele, o uso de nome social nas escolas brasileiras é um “gigantesco passo para um ensino mais aberto, tolerante, inclusivo”.

Com o nome social respeitado na escola, o ativista LGBT prevê a redução de infecções urinárias entre os transexuais. “Não veremos mais  meninas morrendo de infecção urinária, com medo de ir ao banheiro, com pavor da lista de chamada. Um tremendo ato de coragem e humanidade do ministro Mendonça Filho e de sua equipe”, afirmou.

Audiência

Em abril do ano passado, Eliseu Neto participou de audiência com ministro da Educação, juntamente com lideranças e ativistas LGBT, para negociar que o nome social também possa ser usado por travestis e transexuais nas universidades federais.

VEJA TAMBÉM

Eliseu Neto comemora portaria que permite travestis e transexuais usarem nome social em cartões e contas bancárias

Deixe uma resposta