PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Eliseu Neto: O PPS e o movimento Livres

livresPor muito tempo tenho observado o movimento liberal crescendo no Brasil. No princípio com desconfiança justificada, visto que o MBL (Movimento Brasil Livre) tornou-se tudo, menos liberal. Quando estes buscaram partidos, o PPS lançou uma nota considerando que eles não tinham o perfil do partido e que deveriam procurar partidos mais conservadores.

Outros movimentos surgiram e o PPS segue na sua habilidade de observar, conversar e se envolver. É uma característica nossa nos atentarmos para as mudanças sociais e novas vozes. Tanto que estamos bastante envolvidos com os novos movimentos cívicos, como o Agora! e RenovaBR.

Num grupo chamado Convergência pude conhecer mais as ideias liberais, ver quando esbarram numa defesa oculta do conservadorismo, e quando é o oposto, um clamor por mais liberdade, seja econômica, seja em comportamentos e liberdades individuais.

No ínterim destes diálogos e encontros, acompanhamos a rasteira política que o Livres levou do presidente do PSL (Partido Social Liberal), Luciano Bivar, que rifou todo o movimento de renovação que estes faziam no partido em troca de uma candidatura de um senhor que desrespeita as mais básicas liberdades individuais, e nem de longe tem histórico da defesa do liberalismo econômico. Mostrando uma excelente clareza de ideias e postura ética, os integrantes do Livres sairam do PSL.

Por isso, queremos juntar a ideia do PPS; que acredita numa esquerda que não está presa ao muro de Berlim; que entende a globalização; que é reformista; que acha que podemos agregar à luta por um Estado livre, enxuto, funcional – com prioridade na defesa das liberdades individuais, como aborto, gênero na escola, políticas para mulheres, negros, LGBTs -, acreditando que seria uma grande união o convite para o movimento Livres ingressar no PPS.

Não desejamos virar o Livres, tampouco queremos que eles virem PPS. Acreditamos que existe uma convergência de ideias, de objetivos, que faria algo muito maior sair dessa união. Um pensamento político progressista, liberal, preocupado com as minorias, mas com a economia, novas tecnologias, ética na política e outros.

Ambos refutam o lulismo populista e o defensor de ditadura que se diz liberal. Já tivemos contatos com membros do Livres e pretendemos fazer outros.

É a hora de mostrar que política se faz no diálogo, conversando, aprendendo, crescendo. Esse é o desejo do PPS ao fazer esse convite e iniciar esse ciclo de conversas.

Eliseu Neto é coordenador nacional do PPS Diversidade

Deixe uma resposta