CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Vandalismo da oposição em Brasília foi criminoso e planejado, condena Rubens Bueno

Robson Gonçalves

Para deputado, o que se viu foi uma ação orquestrada de uma oposição que dilapidou o patrimônio público com Lula

“Foi uma ação criminosa e planejada. Uma afronta ao Estado democrático de direito”, afirmou nesta quarta-feira o deputado federal Rubens Bueno (PPS-PR) ao condenar a baderna e o vandalismo promovido por manifestantes, a maioria patrocinados por sindicatos ligados a partidos de oposição, em Brasília. Após tentarem ultrapassar a área destinada aos protestos na Esplanada dos Ministérios com o objetivo de invadir o Congresso Nacional, eles partiram para o confronto com a polícia e em seguida iniciaram a depredação de ministérios. Prédios foram incendiados e até uma biblioteca do Ministério da Cultura chegou a ser invadida e devassada.

Para o parlamentar, as imagens do protesto mostram que os manifestantes vieram para a Esplanada com escudos, pedaços de pau e até bombas caseiras. “Não se via isso nos protestos do impeachment de Dilma. Eram manifestações pacíficas. Hoje, aqui em Brasília, o que se viu foi uma ação orquestrada de uma oposição que dilapidou o patrimônio público com Lula e agora patrocina atos criminosos desse tipo com o objetivo de passar a impressão que não há mais ordem no país. Ficou claro que essa parcela da oposição não quer respeitar as normas democráticas e aposta na baderna e na destruição do patrimônio público para justificar a saída de Temer”, criticou o deputado.

Rubens Bueno reconhece que o governo vive uma grave crise, mas defende que a saída para essa situação seja encontrada com o devido respeito as normas estabelecidas pela Constituição. “Foi assim com Dilma. Então, que respeitem as regras constitucionais. Não é com baderna, violência e na marra que irão derrubar um presidente. Tenho certeza que a sociedade não aprova esse tipo de ação criminosa”, concluiu o parlamentar.

Deixe uma resposta