CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Raimundo Benoni discute retomada do PAC nas cidades histórias de MG

Nathalya Saiki/Vertices

Secretário conhece obras de restauração em Ouro Preto e Mariana

O secretário de Infraestrutura Cultural do MinC (Ministério da Cultura), Raimundo Benoni, visitou (veja abaixo) as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) das Cidades Históricas de Mariana e Ouro Preto. Em encontro com os prefeitos das cidades, Benoni reconheceu a importância dos patrimônios históricos nas duas cidades, tanto para a população mineira quanto para o Brasil, afirmando que há interesse e determinação do ministro Roberto Freire em atuar para devolver à população o acesso aos monumentos em restauração.

“A presença do Ministério da Cultura na região é uma consciência da importância e da riqueza cultural que nós temos em Minas Gerais, principalmente em Mariana e Ouro Preto”, afirmou Benoni.

Promessa de R$ 103 milhões do PAC traz Ministério da Cultura a patrimônios históricos da região

Nathalya Saiki – Vertices

O secretário de Infraestrutura Cultural do Ministério da Cultura, Raimundo Benoni, visitou algumas das obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) das Cidades Históricas nas cidades de Mariana e Ouro Preto neste sábado (2). A visita se deve à reunião que ocorreu no dia 17 em Brasília, entre o Ministro da Cultura, Roberto Freire, e os prefeitos Duarte Júnior (PPS) e Júlio Pimenta (PMDB).

Durante a reunião no Distrito Federal, os prefeitos discutiram a retomada do PAC das cidades históricas, que foi lançado com a promessa de liberação de uma verba de R$ 67 milhões destinadas para Mariana e outros R$ 36 milhões para Ouro Preto.

Acompanhado do prefeito Duarte Júnior, a visita do secretário Benoni em Mariana teve início por volta das 10h, na Catedral da Sé, que está sendo restaurada desde o início do ano passado. Logo depois a comitiva seguiu para a Igreja de São Francisco de Assis, que também recebe recursos do PAC, e na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos conversaram sobre o processo de restauração junto ao técnico restaurador Fernando Freitas.

As obras da Catedral da Sé e da Nossa Senhora do Rosário têm previsão de entrega para o mês de maio deste ano, segundo o prefeito Duarte Júnior.

Em Ouro Preto, na companhia do prefeito Júlio Pimenta, Benoni visitou a obra de restauração da igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição e logo depois encerrou a visita no Paço da Misericórdia, onde as obras de restauração tiveram início em 2007 e a previsão de entrega ainda continua indefinida.

As visitas às igrejas nas duas cidades foram acompanhadas pela superintendente do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em Minas Gerais, Célia Maria Corsino, e pela coordenadora do PAC Cidades Históricas Anna de Gramont.

Visto com bons olhos

Os prefeitos se mostraram positivos quanto à visita do secretário. Duarte Júnior afirmou que foi uma demonstração de respeito por parte do ministro da Cultura, Roberto Freire, em pedir que Benoni estivesse em Mariana realizando as visitas.

“Estou muito confiante que em maio a gente possa entregar a Igreja do São Pedro, a Igreja do Rosário e também a Igreja da Sé, a nossa catedral”, disse o prefeito de Mariana.

Júlio Pimenta conta que além da reabertura da Igreja de Nossa Senhora da Conceição e a obra no Paço da Misericórdia, ele e Benoni discutiram outras intervenções que podem ser feitas no município de Ouro Preto, como restaurações na Igreja de São Bartolomeu e na Igreja de Glaura.

O prefeito reforça a importância dessas intervenções. “Valorizando a nossa cultura, valorizando a nossa religiosidade, valorizando o povo de Ouro Preto, gerando emprego e renda para que nós possamos fazer com que a cidade resgate a sua tradição, levante a auto-estima do povo e valorize a cultura, a arte, a tradição do povo brasileiro.”

Monumentos abandonados

O prefeito de Mariana lembra de outros monumentos no município que necessitam da retomada do PAC, como a Casa Capitular, a Casa de Conde Assumar, a Igreja de São Francisco e a Igreja de Camargos – sendo esta última com um processo de restauro emergencial já iniciado pela Prefeitura, em conjunto com a diocese da cidade, no valor de R$ 465 mil.

“O município não tem recurso próprio para fazer esses investimentos, então estamos tentando recuperar o PAC aqui, tentar ter o apoio tanto do Roberto Freire quanto do presidente [Michel Temer (PMDB)], para que a gente não perca uma parte dessa história.”, afirma Duarte.

O secretário Raimundo Benoni reconheceu a importância dos patrimônios históricos nas duas cidades, tanto para o povo mineiro quanto para o Brasil, afirmando que há interesse e determinação do ministro Roberto Freire em atuar para devolver à população o acesso a esses monumentos.

“A presença do Ministério da Cultura na região é uma consciência da importância e da riqueza cultural que nós temos em Minas Gerais, principalmente em Mariana e Ouro Preto”.

Ao final da visita, o secretário afirmou-se satisfeito em saber que as duas cidades têm projetos importantes. “Certamente trabalham a riqueza, a religiosidade e também abrirão a possibilidade de bons negócios para o turismo, além da disposição da arte e da nossa riqueza cultural.”

O ministro da Cultura Roberto Freire pretende comparecer na região, para visitar as obras do PAC em Mariana e Ouro Preto, porém, não há data prevista. Segundo o prefeito Duarte Júnior houve também a solicitação da presença posterior do presidente Michel Temer.

A promessa do PAC

Criado para desenvolver e proteger o patrimônio, o PAC das Cidades Históricas destina recursos à recuperação e revitalização das cidades, à restauração de monumentos e ao desenvolvimento econômico e social.

O programa está sendo implantado em 44 cidades de 20 estados. O investimento em obras de restauração é de R$ 1,6 bilhão, destinado a 425 obras de restauração de edifícios e espaços públicos.

O investimento nas cidades de Mariana e Ouro Preto atinge uma soma de cerca de R$ 103 milhões.

Deixe uma resposta