CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Cindra aprova parecer de Marcos Abrão contra inclusão de Unaí na Sudeco

Robson Gonçalves

No voto pela rejeição, Abrão argumentou que Unaí, além de fazer parte da Região Sudeste, é apoiada institucionalmente pelas iniciativas da RIDE-DF

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia aprovou nesta quarta-feira (09) parecer, de autoria do deputado Marcos Abrão (PPSD-GO), que recomenda a rejeição do projeto (PL 304/16), que inclui o município de Unaí (MG) na área de atuação da Superintendência da Região Centro-Oeste (Sudeco), o que o torna um dos beneficiários dos recursos do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Centro-Oeste.

Os fundos constitucionais (Centro-Oeste, Nordeste e Norte) destinam 3% da arrecadação de impostos sobre renda e sobre produtos industrializados para aplicação em programas de financiamento aos setores produtivos nas regiões abrangidas.

O projeto é de autoria da deputada Erika Kokay (PT-DF).

No voto pela rejeição, Abrão argumenta que Unaí já faz parte da Região Sudeste e é apoiada institucionalmente pelas iniciativas de desenvolvimento da RIDE-DF, que foi criada com o objetivo é articular e harmonizar as ações administrativas da União, do Distrito Federal e dos estados de Goiás e de Minas Gerais.

Além disso, reforça o parlamentar, o município apresenta o segundo maior PIB (Produto Interno Bruto-2014) agropecuário de Minas Gerais, um dos quatro maiores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM-2010) e a menor incidência de pobreza da Ride. ” A situação de Unaí é bastante díspar do norte de Minas, que é incluída na área de atuação da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste) e beneficiária do FNE (Fundo de Desenvolvimento do Nordeste)”, afirmou.

Marcos Abrão finalizou lembrando que a destinação dos recursos dos Fundos Constitucionais a áreas com maior infraestrutura logística reverteria a política de desenvolvimento regional do País.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta