PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

PORTAL NACIONAL

Lula se vitimiza, ataca instituições democráticas e não explica denúncias de corrupção

Um dia depois de ser denunciado pela força-tarefa da Operação Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro no esquema de corrupção na Petrobras, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira (15) que é perseguido pelo MPF (Ministério Público Federal), mas não deu uma explicação sobre as acusações.

Ao contrário, preferiu atacar as instituições democráticas. Os alvos do petista foram os mesmo de sempre da cantilena lulopetista: a Polícia Federal, o Judiciário, o Ministério Público e a imprensa.

De novo, o ex-presidente repetiu o discurso surrado do “nós contra eles” e da vitimização, ao alegar que está sendo perseguido.

Em vez de dar explicações sobre o assalto a Petrobras nos 13 anos de governo do PT, o “comandante máximo do esquema de corrupção” que “instaurou a propinocracia” no País, como sempre, preferiu mentir.

Deixe uma resposta