CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Para JPS Brasil, Lula tenta se vitimizar e manipular os fatos ao ser colocado no centro do esquema de corrupção na Petrobras

Em nota pública, o coordenador na JPS Brasil (Juventude Popular Socialista), Cristiano Vasconcelos, diz que diante das “evidências claras” da participação de Lula no esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Operação Lava Jato, o presidente tenta se vitimizar, manipular e negar os fatos.

Para o dirigente, o posicionamento do ex-presidente só “inflama os ânimos e leva a novos episódios de violência” entre seus partidários e aqueles que defendem as investigações da Lava Jato e o Estado Democrático de Direito.

No documento, ele também conclama a mobilização da cidadania para o ato pró-impechment da presidente Dilma Roussef, no dia 13 de março. Segundo Cristiano, o afastamento da presidente se mostra como caminho para a superação da grave crise política e econômica provocada pelo seu governo.

Leia abaixo a nota.

Em defesa do Estado Democrático de Direito

“Não sou de fazer textos muito longos, mas o momento permite. Há evidências CLARAS de que o ex-presidente Lula recebeu valores oriundos do escândalo da Petrobras. Nesta sexta-feira, o ex-presidente foi levado pela Polícia Federal para prestar depoimento. Mesmo estando no campo da oposição, esse fato me deixa profundamente triste e preocupado, não por gostar do Lula ou achar que ele seja inocente, mas por se tratar de um dos homens públicos mais influentes e admirados do País – ao menos um dia ele foi – e pela capacidade destrutiva desse esquema de corrupção.

Assusta-me a capacidade de negação e vitimização manipuladora do Luiz Inácio, ainda mais pela convocação da militância, que inflama ainda mais os ânimos e leva a novos episódios de violência, como os já registrados na manhã desta sexta-feira. Lula não é nenhum coitado. Ao contrário, para mim, ele está no rol dos mais corruptos deste País, dos homens mais inescrupulosos e manipuladores de massa que o mundo já se viu nesta pátria.

Por esses motivos, vou às ruas, defenderei que as investigações sigam de forma imparcial e, se for preciso, cheguem até os mais altos cargos da República. Mas meu maior desejo é que nosso Estado Democrático se mostre maduro e que nossos governantes da oposição saibam da responsabilidade que têm nas mãos.

Vivemos um momento de instabilidades políticas e econômicas, mas não poderemos permitir que nosso bem maior seja abalado: o ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO tem que ser a defesa de todos os cidadãos republicanos, estadistas e democratas.

Vamos às ruas não contra o PT, vamos à rua por um País melhor e mais justo!

Cristiano Vasconcelos

JPS Brasil”

Deixe uma resposta