CIDADANIA23

PORTAL NACIONAL

Resende: turismo é alternativa para combater o desemprego

A indústria do turismo, raro setor de fôlego inesgotável, é responsável por 10% do PIB mundial, sendo a maior fonte de geração de empregos no mundo. A intervenção foi feita pelo deputado Geraldo Resende (PPS-MS), no plenário da Câmara, ao defender um crescimento real do turismo no Brasil. “O turismo é uma oportunidade histórica de implantar um modelo de desenvolvimento ambientalmente correto e de grande alavancagem social e econômica”, assinalou.

Para o deputado, a indústria do turismo deve ser encarada como uma atividade estratégica de desenvolvimento, envolvendo todos os Ministérios. Resende afirma que é necessário o investimento público em infra-estrutura básica nas regiões turísticas para despertar o interesse da iniciativa privada, levando aos municípios com potencial turístico uma profissionalização da cadeia produtiva. Além disso, argumenta, é preciso agregar diferenciais, como o ecoturismo e o turismo cultural. “Nunca é demais lembrar que os recursos naturais e culturais brasileiros são fartos e magníficos”, salientou

Resende analisa que a indústria do turismo aumenta de forma impressionante no País, com lucros de mais de US$ 4 bilhões, mas que regiões turísticas nacionais mais conhecidas, como Rio de Janeiro e Bahia, recebem um fluxo de turistas inferior a Cancun, no México, destino ignorado há 15 anos. Para o deputado, a explicação está no fato de que o Brasil tem um grande potencial de desenvolvimento econômico pouco explorado. “O setor turístico pode expandir em muito o campo de trabalho se forem considerados os números favoráveis a essa indústria”.

O deputado informou que o setor hoteleiro mantém atualmente mais de um milhão de empregos diretos e indiretos, uma constatação de que o turismo emprega um em cada dez trabalhadores no Brasil. Segundo o parlamentar sul-mato-grossense, o potencial de ocupação de mão-de-obra pelo turismo impressiona se for analisado o fato de que um emprego é gerado a cada R$ 40 mil investido em hotéis. No setor automobilístico, comparou Resende, são necessários R$ 170 mil para a geração de um novo emprego.

Nenhum conteúdo relacionado

Deixe uma resposta